Volvo lança o Active Care Direct, serviço para melhorar ainda mais produtividade da máquin

04/07/2018

A Volvo Construction Equipment está lançando o Active Care Direct, um serviço de monitoramento, consultoria e de emissão de relatórios regulares dos equipamentos da marca.  “O ACD vai contribuir diretamente para melhorar a disponibilidade das máquinas e, consequentemente, a rentabilidade do negócio do cliente”, afirma Alexandre Flatschart, diretor de Customer Solutions da Volvo CE Latin America.

O programa oferece novas perspectivas e recomendações práticas aos clientes e está disponível em uma ampla variedade de modelos de máquinas da Volvo. O processo é simples: a Volvo monitora os equipamentos, coletando milhares de informações por meio do seu sistema de telemática CareTrack. Esses dados são analisados ​​pelo sistema em tempo real, acompanhando a integridade e o desempenho da máquina. Mensalmente, a Volvo gera um relatório abrangente, destacando as áreas de oportunidade para aumentar a produtividade e reduzir os custos operacionais.

“O ActiveCare Direct permite que os clientes usufruam de um poderoso programa de telemática, sem ter que investir tempo para analisar relatórios ou decifrar códigos de falha”, diz Samuel Albuquerque, gerente de marketing e vendas de peças da Volvo CE LA. A Volvo emite relatórios de frota já consolidados, com foco nas tendências de utilização da máquina e no comportamento do operador. Assim, os distribuidores Volvo podem trabalhar em estreita colaboração com os clientes para identificar oportunidades de melhoria.

O relatório mensal do ACD inclui dados de utilização da frota que permitem visualizar o percentual de tempo de trabalho em relação ao tempo ocioso de cada máquina individualmente, por tipo de equipamento e ainda por mês, para referência histórica. Os relatórios também comparam grupos de máquinas de acordo com médias de horas, consumo de combustível e percentuais médios de trabalho e de tempo ocioso. O sistema ainda gera e-mails simultaneamente para o distribuidor e o cliente, orientando sobre o passo a passo para a solução dos problemas identificados via códigos de falha.

Casos de uso indevido do equipamento também são registrados pelo ACD para identificar necessidades de treinamento do operador, como, por exemplo, no caso de altas velocidades de deslocamento e de desligamentos de turbo a quente. Essas informações ajudam o cliente, a Volvo e o distribuidor a identificar as ações que podem afetar a operação e a rentabilidade do negócio. “Por exemplo, conhecer o tempo ocioso pode ser uma oportunidade para alterar o caminho percorrido por um equipamento ou mesmo a relação entre equipamentos de diferentes linhas de produto”, destaca Renan Wagner, responsável pela área de desenvolvimento de negócios de pós-venda da Volvo CE LA.

“A Volvo monitora os códigos de falha da máquina, estabelece as prioridades e comunica as ações necessárias ao distribuidor e ao cliente, seguindo três níveis: alta prioridade (casos em que os problemas podem parar a máquina ou até afetar a segurança na operação), média prioridade (problemas que podem se agravar a médio e longo prazo) e baixa prioridade (eventos menos críticos e que podem ser resolvidos posteriormente”, finaliza Rodrigo Braga, gerente de produto da área de desenvolvimento de negócios de pós-venda da Volvo CE LA. Um especialista da Volvo intervém imediatamente nos casos mais críticos.

Mais informações

Marco Greiffo
Assessor de Imprensa – Comunicação Corporativa
Tel: +55 41 3317-7830 / 41 3317- 8736
E-Mail: marco.greiffo@volvo.com

Newton Chagas
Assessor de Imprensa
Outlook – Comunicação & Estratégia
Tel.: +55 41 3317 8296 - E-mail: newton.chagas@outlook.com